publicidade

Cidade

MP-BA investiga irregularidades no aluguel de ambulâncias pela prefeitura de Salvador

por Débora Oliveira no dia 14 de June de 2018 às 13:28
Foto: Reprodução

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) abriu um inquérito civil para apurar irregularidades no aluguel das ambulâncias que são utilizadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Salvador. 

A investigação do MP iniciou em janeiro de 2017 e foi convertido em procedimento investigativo preliminar em maio do mesmo ano. De acordo com a promotora Rita Tourinho, responsável pela investigação, a denúncia aponta que os alugueis das ambulâncias custariam mais ao poder público do que, efetivamente, a aquisição dos veículos. 

"Estamos fazendo diligências para que eles comprovem que há uma economicidade na questão dos alugueis e não da aquisição das ambulâncias", afirmou Rita ao Bahia Notícias. 

O inquérito civil foi determinado nesta terça-feira (11) pela promotora de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa e publicado nesta quarta-feira (13) no Diário Oficial de Justiça. 

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirmou não ter conhecimento do conteúdo do inquérito civil e que, por isso, não iria se pronunciar sobre o assnto. "Não fomos notificados. Apuraremos os fatos para prestarmos os devidos esclarecimentos", disse a pasta em nota. Apesar da secretaria alegar que não foi notificada, a movimentação do inquérito civil consta que diligências foram realizadas com a SMS e com a Secretaria Municipal de Gestão em julho e setembro de 2017, respectivamente.

LEIA MAIS

COPA AMÉRICA: Salvador vai sediar partidas em 2019

Notícias: Cidade

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar