publicidade

Esportes

FALA PROFESSOR: expulsão prejudicou o emocional do Vitória contra o São Paulo, diz Mancini

por Lucas Salles no dia 13 de junho de 2018 às 11:38
Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

Na noite desta terça-feira (12), o Vitória perdeu para o São Paulo pelo placar de 3 a 0 e agora torce por uma combinação de resultados desta quarta (13), para permanecer fora da zona.  Em entrevista coletiva, o técnico Vagner Mancini decidiu não se alongar nas críticas ao árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira, que expulsou de maneira equivocada o meia Yago ainda no primeiro tempo, em lance envolvendo Nenê, do São Paulo. O

O comandante Rubro-negro preferiu elogiar o início de jogo de sua equipe, mesmo com o gol sofrido.

- Eu não vou falar nada [sobre arbitragem]. Todo mundo viu. Estou curioso para ver o que ele vai escrever na súmula. Tivemos alguns lances parecidos, até do Arboleda com Neilton, Diego [Souza] com um zagueiro nosso, que não lembro se Ramon ou Bruno. Até o lance da expulsão, o Vitória vinha muito bem, podia ter saído na frente. Mesmo depois, tivemos uma oportunidade. Levamos o segundo. O X da questão foi o aspecto emocional. Vi muita revolta, e nós perdemos o lado emocional, e em seguida levamos o segundo. No intervalo, acalmei os atletas, porque sabia que tinha mais um tempo. O Vitória faria um jogo equilibrado, mesmo diante de todas as dificuldades. A partir da expulsão, vimos outra partida – afirmou em entrevista coletiva.

LEIA TAMBÉM:

 

 

 

Notícias: Esportes

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar