publicidade

Eleições 2018

POVO DESACREDITADO! Crise de representação aumenta votos brancos e nulos nas eleições

por Isabela Rocha no dia 13 de junho de 2018 às 08:58
Foto: Reprodução

O alto índice de eleitores que não têm candidato para as eleições presidenciais, mostrado na pesquisa mais recente do Datafolha, é reflexo da crise de representação que ganhou força no país a partir das manifestações de 2013.

De acordo com a pesquisa divulgada no último domingo (10), em um cenário sem o Partido dos Trabalhadores (PT), votos brancos, nulos, abstenções e eleitores indecisos alcançam 34%. Em 2014, ano em que a Lava Jato teve início e após o discurso contra a corrupção ganhar força nas ruas, esse número era de 30%, muito superior aos 13% registrados na mesma época de 2010.

Segundo o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, o salto dos eleitores que não se sentem representados por candidatos ou partidos políticos é uma consequência de um conjunto de crises no Brasil que se tornou mais evidente a partir de 2013. Esse cenário alimenta uma desconfiança nas diversas instituições.

Além de sucessivos casos de corrupção, o Brasil passou por um processo de impeachment em 2014 e enfrentou efeitos da recessão de 2014-16 na economia. 

A crise política, segundo Paulino, atinge todos os políticos. Hoje, a taxa de eleitores que não tem um partido de preferência supera os 60%.

 

LEIA TAMBÉM:

Técnico da Espanha é demitido da Seleção dois dias antes do Mundial

Notícias: Eleições 2018

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar