publicidade

Esportes

Jogadores do Vitória acusam árbitro de má-fé e revelam diálogo no campo

por Isabela Rocha no dia 13 de junho de 2018 às 08:23
Foto: André Hiltner/EC Vitória

Na noite desta terça-feira (12), os jogadores do Vitória deixaram o gramado do Morumbi inconformados. Segundo eles, não pela derrota por 3x0 para o São Paulo, mas pela expulsão de Yago, aos 34 minutos do primeiro tempo. Para alguns rubro-negros, o árbitro Igor Benevenuto de Oliveira agiu de má-fé com o time baiano. 

Um dos jogadores mais irritados era o atacante Neilton. "Uma vergonha o juizão fazer uma palhaçada dessas, né? Não usou o mesmo critério com o Nenê. Se tivesse que expulsar, teria que ser os dois. Os próprios jogadores do São Paulo disseram que o juizão brincou no lance. Alguns juízes sofrem pressão de jogo assim e tendem para o mandante. O juizão não errou, ele teve má-fé mesmo, porque ele foi avisado pelo quarto árbitro e ignorou. Ele quer ser o protagonista do evento", disse revoltado.

Rayner foi outro atleta que não escondeu sua indignação. Ele acusou Igor Benevenuto de ter dito para o quarto árbitro "ficar na dele". "Foi má-fé. Não tem outro nome. Eu avisei ao juiz que Nenê também deu um tapa e ele ignorou. Eu vi, ele falou para o quarto árbitro, na minha frente,: fica na sua. São coisas do futebol que a gente não entende. 

O Vitória só volta a campo após a Copa do Mundo, no dia 18 de julho, quando enfrentará o Paraná, no Barradão.

 

LEIA TAMBÉM:

Técnico da Espanha é demitido da Seleção dois dias antes do Mundial

Notícias: Esportes
© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar