publicidade

Polemizando

De onde vem o heroísmo de Bolsonaro?

por Mateus Carmo no dia 30 de maio de 2018 às 17:04
Foto: Diego Bresani
O pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), realizou uma visita à capital baiana na última sexta-feira (25), e por incrível que pareça, o político chegou a ser carregado por seguidores logo após desembarcar no Aeroporto Internacional de Salvador. Com a receptividade de como se fosse um verdadeiro herói, teve seu nome aclamado: “Um, dois, três, quatro, cinco, mil, queremos Bolsonaro presidente do Brasil”. 

O que espanta e ao mesmo tempo desperta curiosidade é: de onde vem tanta aclamação, já que o “bem quisto” parlamentar, em 30 anos de Casa, nunca teve um projeto aprovado? Seria ele o responsável por recolocar o país nos trilhos? 

Bem, o significado da palavra herói, segundo nossos dicionários, é um termo atribuído para um ser humano que executa ações excepcionais, com coragem e bravura, com o intuito de solucionar situações críticas, tendo como base princípios morais e éticos. E a partir desta definição, é necessário refletir, caro leitor, sobre a seguinte questão: como pode um homem que mostra ser um indivíduo racista, homofóbico e machista, ser herói de uma nação de mais de 201.032.714 (IBGE) habitantes? 

A indagação feita é a mesma que milhares de americanos fizeram há dois anos quando, o então azarão Republicano, Donald Trump, disputava as eleições presidenciais com a democrata Hillary Clinton nos Estados Unidos. Como pode um homem com pensamentos metódicos e preconceituosos ser presidente da maior nação do mundo? “Óbvio que ele não vai ter chance alguma de vencer essa batalha”, podem ter pensado uma parte dos americanos. Entretanto, o que não foi pensado por eles é que assim como no Brasil, os Estados Unidos precisavam de um líder, de um herói para comandar a nação estadunidense. 

Desta forma, vale o alerta aos eleitores brasileiros enquanto há tempo, pois as eleições ainda não chegaram. O país não precisa de um herói para resolver a crise financeira, a corrupção, a pobreza e a desigualdade. O que o Brasil necessita de fato, é de pessoas que utilizem o seu poder - que é o voto - para escolher políticos que honrem com seus compromissos e que respeitem o diferente, independentemente de sua crença, gênero, cor e orientação sexual. O Brasil agradece!


LEIA TAMBÉM:

Suspeito de envolvimento na morte de Marielle é preso no RJ

Notícias: Polemizando
© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar