publicidade

Política

Operador diz que entregou dinheiro a PT e MDB em posto de gasolina

por Isabela Rocha no dia 17 de maio de 2018 às 10:21
Foto: Reprodução
De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, Ângelo Tadeu Lauria narrou, em depoimento à Lava Jato, entregas de dinheiro a supostos representantes do PT e do MDB, em 2010. Ele é apontado como operador de propinas em esquemas da Petrobras e foi preso provisoriamente no dia 8 de maio.

"Foi dito pra mim… posso. Quando eu estive na sala [dentro da Odebrecht] e que falaram que iria pedir um favor, eles [um executivo da Odebrecht e o lobista João Augusto Henriques] falaram que iriam ajudar dois partidos políticos, que eram PT e PMDB. Sabe um lance que você vê uma cagada tão grande que você fala: não quero ficar entrando em detalhe para não saber", disse ele sobre suposta reunião na Odebrecht.



LEIA TAMBÉM:


LUTO! Atriz Eloísa Mafalda morre aos 93 anos, no Rio de Janeiro

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar