publicidade

Política

TÁ COM MEDO? Defesa de Lula pede que delação da J&F não seja enviada a Moro

por Lucas Salles no dia 17 de maio de 2018 às 09:37
Foto: Reprodução
Na noite desta quarta-feira (16), a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), solicitou ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, que trechos das delações de executivos do grupo J&F não sejam remetidas para a 13ª Vara Federal em Curitiba, comandada pelo juiz Sérgio Moro.

O motivo desse pedido, é quê, segundo os advogados do petista, os fatos não têm relação com as investigações da Lava Jato e devem ser remetidos para a Justiça Federal em Brasília, onde estão tramitação outros processos envolvendo as delações do grupo J&F.

"Registre-se, por oportuno, que já se encontram em trâmite, perante a Subseção Judiciária de Brasília, três procedimentos investigatórios oriundos dos termos de colaboração que visam a apurar a suposta conta que o Grupo JBS manteria em benefício do Peticionário [Lula] ou do Partido dos Trabalhadores", diz a defesa.

LEIA TAMBÉM:

Transmissão durante programa "Encontro" falha, Fátima se perde e web não perdoa; confira


Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar