publicidade

Esportes

"Esse foi o pior jogo da temporada", diz Mancini sobre derrota do Vitória sobre o Sampaio Corrêa

por Lucas Salles no dia 17 de maio de 2018 às 09:22
Foto: Reprodução / Maurícia da Matta / EC Vitória
Na noite desta quarta-feira (17), o Vitória foi derrotado pelo Sampaio Corrêa, pelo placar de 3 a 0. Esse jogo, dificilmente saíra da cabeça dos jogadores e do técnico Vagner Mancini, que cedeu entrevista coletiva após a partida.

"Os erros [de Caíque] interferiram diretamente no jogo. Porque nós acabamos tomando dois gols assim e num momento em que a equipe tinha voltado melhor no segundo tempo, em que tinha tido já oportunidade até do empate. O segundo gol veio, de uma certa forma, esfriar um pouquinho aquele ânimo. A equipe se reencontrou, aí levou o terceiro gol, que, na verdade, foi o único gol que o time do Sampaio fez por merecer, dos três que fez. O Sampaio fez uma ótima partida, muito bem arrumada a equipe em campo, eu não tenho dúvida em afirmar que esse foi o pior jogo do Vitória na temporada. A equipe não se encontrou, esteve muito lenta no primeiro tempo, com erros de passes. Melhorou bem no segundo tempo, até teve algumas oportunidades muito boas, até de diminuir o placar e deixar a vantagem não tão grande assim para o segundo jogo, mas infelizmente foi aquilo que se viu, em termos de erros atrás, a gente também viu na frente. Aqui todo mundo perde junto. O Caíque é um jogador jovem, que vai passar por outras situações assim. Lógico que ninguém torce para isso. Mas é uma coisa que acontece no futebol. Neste momento, a gente tem que dar apoio ao jogador, mas reconhecer. E ele próprio reconheceu que errou", disse o comandante rubro-negro.

Indagado pelo motivo de ter mandado a campo um time considerado "reserva", o treinador explanou seu pensamento.

"Eu não tinha como vir com Rhayner, Neilton e Kanu. Porque eles estavam sentindo algum tipo de dor. O fato do Willian Farias é o fato de um atleta que ficou muito tempo parado, foram seis meses, oito no total. Então o atleta tem uma dificuldade natural de recuperação de um jogo para o outro. Os outros atletas jogaram. Até uma semana atrás, Yago, Uillian Correia, Ramon, Zé Welison, Lucas... Essa turma toda eu não posso chamar de reservas. Eles são atletas que estão inseridos dentro do nosso time, de uma forma que, desde o começo do ano, jogaram muito mais do que os outros atletas. Acho que hoje a gente teve um ou dois atletas que mantiveram o nível. Mas a grande parte esteve abaixo do que joga. Por isso é que nós sofremos essa derrota. A gente lamenta muito, mas vai buscar no segundo jogo a chance de chegar às semifinais", concluiu o técnico.

O Leão volta a campo no próximo domingo (20), quando enfrenta o Ceara, às 11h, no Barradão, em Salvador.

LEIA TAMBÉM:


Notícias: Esportes
© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar