publicidade

Política

Manifestantes criticam Moro na entrada de premiação em universidade dos EUA

por Débora Oliveira no dia 16 de maio de 2018 às 14:41
Foto: Reprodução
O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, foi convocado para receber o prêmio de Personalidade do Ano, nesta terça-feira (15), na Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em Nova York.

A premiação é concedida há mais de 40 anos a uma personalidade brasileira e uma americana. Pelos Estados Unidos, o homenageado foi o ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg, dono de uma das maiores fortunas do mundo.

O evento realizado no Museu de História Natural, em Manhattan, reuniu cerca de mil lideranças de empresas internacionais, financeiras e diplomáticas.

Fora da cerimônia e debaixo de chuva, um grupo de brasileiros defensores do ex-presidente Lula protestava contra a homenagem ao juiz, chamando o juiz e os demais convidados brasileiros de “golpistas” e pedindo a liberdade do petista, condenado por Moro.

Nesta quinta-feira (17), Moro participará novamente de um evento em Nova York promovido pela Lide, empresa de Doria, sobre segurança jurídica e investimentos no Brasil. O ministro de Relações Institucionais, Carlos Marun, que também assistiu à premiação dessa terça-feira, representará o governo.

Em seu discurso, Moro afirmou que sua premiação legitima a luta contra a corrupção no Brasil, conforme relata O Globo.

“Este prêmio também significa que o setor privado no Brasil e nos Estados Unidos apoia o movimento anticorrupção brasileiro e isso faz grande diferença, disse o juiz. Ele foi ovacionado várias vezes e, quando subia ao palco, ouviu o grito de “Moro presidente!”.

“Há muito a ser feito: continuar as reformas, consolidar a democracia, retomar o desenvolvimento, melhorar a qualidade dos servido públicos de segurança, educação e saúde e enfrentar a pobreza e a desigualdade. Tudo isso só é possível sem a impunidade da grande corrupção”, discursou.


LEIA MAIS

STJ avalia nesta quarta (16) se seguirá entendimento do STF sobre foro

Notícias: Política
© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar