publicidade

Brasil

CASO HENRY: vereador e mãe são presos por morte de garoto de 8 anos

por Neison Cerqueira no dia 08 de abril de 2021 às 09:20
Foto: Reprodução

Foram presos na manhã de hoje (8) pela Polícia Civil do RJ, o vereador carioca Dr. Jairinho (Solidariedade), padrasto da criança, e Monique Medeiros, mãe do garoto. Os dois são investigados na morte do menino Henry Borel. 

O garoto foi encontrado morto no dia 8 de março no apartamento em que Monique vivia com Jairinho. A prisão ocorreu por causa do casal atrapalhar as investigações e por ameaçar testemunhas para combinar versões.

De acordo com a polícia existe a suspeita que Jairinho tenha agredido a criança e que a mãe sabia. Os agentes acreditam, ainda, que, semanas antes da morte, Henry foi torturado pelo vereador, também com conhecimento da mãe.

Monique Medeiros, mãe do menino Henry, é presa por suspeita de envolvimento na morte da criança — Foto: Reprodução

Monique é mãe de Henry e morava com Jairinho (Foto: Reprodução).

Apesar da não conclusão do inquérito, a polícia acredita que Henry foi assassinado. No entanto, a polícia busca ainda esclarecer como o crime foi cometido. Os mandados de prisão foram expedidos nesta quarta-feira (7) pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. A prisão é temporária, por 30 dias. Jairinho e Monique não deram declarações ao serem presos, em Bangu, nem quando chegaram à 16ª DP.

 

LEIA TAMBÉM:

Alimentos para serem consumidos pela manhã que são eficazes contra o colesterol

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar