publicidade

ECONOMIA

Rebaixamento da nota do Brasil foi decisão “técnica, normal”, afirma Meirelles

por Alessandro Granda no dia 12 de janeiro de 2018 às 20:19
Foto: Getty Images

Após ser criticado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de ter culpado o Congresso pelo rebaixamento do Brasil pela agência Standard & Poors, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que a redução da nota não pode ser transformada em um evento político.

"Não devemos transformar isso [o rebaixamento] em uma grande questão política no Brasil, o importante agora é fazer as reformas. Vamos continuar trabalhando juntos em um processo bem sucedido", disse o ministro.

"Em relação às discussões sobre quem é culpado, quem não é culpado, eu acho o seguinte. Estamos falando aqui do que a agência diz, quais as razões pelas quais ela fez o downgrade", disse. "Não discuto opiniões de agência", disse o ministro, que classificou a decisão como "técnica, normal". "Acredito que não é uma questão de ser responsabilidade deste ou daquele", completou. O atraso na reforma da Previdência, juntamente com a instabilidade política, estão entre os principais fatores que pesaram na decisão da agência

Veja também:

“Bolsomito vira “Bolsomico” em marchinha de Carnaval; veja o vídeo

publicidade

publicidade

© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar