publicidade

POLÍTICA

Michel Temer tenta driblar a crise com viagens à Rússia e à Noruega

por Evana Marmo no dia 19 de junho de 2017 às 06:24
Foto: (Reprodução)

O presidente embarca nesta segunda-feira (19) para a Europa, para uma agenda de quatro dias na Rússia e na Noruega em busca de mais comércio, investimentos e cooperação. A primeira parada, uma agenda eminentemente econômica, mas, na segunda ele deverá ouvir críticas a medidas aprovadas pelo Congresso Nacional sobre a redução das áreas de preservação ambiental.

Analistas políticos entendem que a atitude de Temer tem o objetivo de tentar afastar a crise enfrentada pelo governo e passar uma ideia falsa de tranquilidade. O presidente decidiu manter a viagem mesmo após o empresário Joesley Batista, um dos donos do Grupo J&F, acusar Temer de ser chefe de uma organização criminosa envolvendo peemedebistas na Câmara dos Deputados.

Em Moscou, Temer vai confirmar que colocará em funcionamento um acordo para proteger da dupla tributação a empresas que atuam nos dois países. "Acordo assinado em 2004, mas aprovado no Congresso em maio deste ano", disse o gerente-executivo de Comércio Exterior da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Diego Bonomo. "Falta um decreto do governo brasileiro."

Já na Noruega, o assunto deverá ser o avanço do desmatamento no Brasil e a aprovação, pelo Congresso, de duas medidas provisórias que reduzem as áreas de proteção ambiental na Amazônia. O país é o principal financiador do Fundo Amazônia, que mantém 89 projetos de combate ao desmatamento, de regularização fundiária e gestão territorial e ambiental de terras indígenas. A Noruega já aportou R$ 2,8 bilhões.

Nos dois países, Temer deverá ser questionado sobre a prorrogação do Repetro, programa que suspende a cobrança de impostos nos projetos de exploração de óleo e gás e que reduz o valor do investimento entre 45% a 65%.

A Noruega integra, junto com a Suíça, a Islândia e o Liechtenstein, um bloco de países chamado Efta (Associação Europeia de Livre Comércio, na sigla em inglês), com o qual o Mercosul negocia acordo de livre comércio.

publicidade

publicidade

© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar