publicidade

POLÍTICA

“A gente mata ele antes de fazer delação”, diz Aécio Neves

por Alessandro Granda no dia 19 de maio de 2017 às 19:19
Foto: Reprodução/internet

O delator Joesley Batista, dono da JBS, informou em depoimento à Procuradoria-Geral da República (PGR) que oo senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu R$ 2 milhões à JBS para despesas com sua defesa na Operação Lava Jato.

Na conversa entre Aécio e Josley, datada de 24 de março, em um luxuoso hotel de São Paulo, eles acertam como será feita a entrega do dinheiro:

Joesley: “Se for você pegar em mãos, vou eu mesmo entregar. Mas, se você mandar alguém de sua confiança, mando alguém da minha confiança”.

Aécio: “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho”.

O Fred a que Aécio se refere é seu primo Frederico Medeiros. O escolhido por Joesley para entregar o dinheiro a Frederico, em quatro remessas, foi o diretor de Relações Institucionais da JBS, Ricardo Saud.

Notícias: POLÍTICA
por Alessandro Granda no dia 21 de agosto de 2017 às 20:23 em
por Alessandro Granda no dia 21 de agosto de 2017 às 19:37 em
por Alessandro Granda no dia 21 de agosto de 2017 às 19:19 em
por Alessandro Granda no dia 21 de agosto de 2017 às 18:35 em

publicidade

publicidade

© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar